terça-feira, 5 de junho de 2007

Arroz de feijão



Comi arroz de feijão num almoço de um dia muito frio na Cidade do Porto, num daqueles restaurantes à beira do rio. Apaixonei-me tanto por aquele sabor, que nada tem a ver com o brasileiro arroz com feijão de todos os dias, que a Lucinda, amiga portuguesa que nos acompanhava e Cláudia, sua filha, ofereceram-me a receita. De lá para cá já fiz esse prato várias vezes e todos os que experimentaram ficaram encantados também. Minha amiga Sandra é a mais aficcionada pelo arroz de feijão. Ela gosta tanto que eu já não consigo fazê-lo sem chamá-la junto com o marido, que também é meu amigo, para degustar esse prato conosco. Foi isso que aconteceu no almoço de sábado. Não sei se só existe uma maneira de fazer o arroz de feijão, faço da maneira que fui ensinada e as amigas portuguesas estão autorizadas a fazerem suas observações e correções.



Arroz de feijão
500 gr de feijão vermelho (encontro sempre da marca Biju no Pão de Açúcar)
1 linguiça portuguesa
1 cenoura em rodelas
2 folhas de louro
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
4 colheres de sopa de azeite
1 xícara de arroz

Deixe o feijão de molho por umas duas horas. Cozinhe-o em panela de pressão com o dobro da água com que ususalmente o faz junto com as folhas de louro e a linguiça. Quando o feijão estiver al dente retire a linguiça e adicione a cenoura e um refogado feito com o azeite, o alho e a cebola. Fatie a linguiça e reserve. Junte o arroz e mexa sempre, senão pega no fundo. Se ficar muito difícil para mexer e o arroz ainda estiver duro, acrescente mais água. Adicione a linguiça fatiada e continue mexendo até o arroz ficar macio. Pode desligar o fogo e servir.



Eu servi com anéis de lula salteados com alho e cebolinha acompanhados de um molho feito com azeite, salsinha, dois dentes de alho micropicados e flor de sal, tudo cru.

Desta vez tenho testemunhas, foi o maior sucesso de público e crítica.

26 comentários:

Agdah disse...

O arroz de feijào deve ser bom mas esses anéis de lula fizeram meu coração se alegrar.

colher-de-pau disse...

Eu não faço o arroz de feijão bem assim, mas acaba por ser quase tudo a mesma coisa!

Juinha disse...

Eu adoro arroz de feijão! Essa está com uma cara óptima!

Joaninha disse...

Querida Cláudia, antes de mais para quando uma nova visita ao nosso Porto? Fico contente por saber que andou por aqui tão perto :-).
Eu também não faço o arroz de feijão assim, mas existem várias versões, há quem coloque tomate (eu coloco) e quem não coloque, quem faça com arroz branco ou vermelho, e por aí adiante... o seu está uma delícia e pode ter a certeza que a receita já tá aqui anotadinha para experimentar, pois meu mais que tudo adoooora e pede sempre!
Beijos!

fezoca disse...

que delicia! eu comeria esse arroz com colher, de tao convidativo que esta! Me lembra alguma outra receita, nao sei se mexicana. deu um branco.

mas esse seu pratico decorado em azul me conquistou.. que lindo! ;-)

bjos,

Elvira disse...

Fiquei encantada por ver uma receita tão genuinamente portuguesa no seu blog, querida Cláudia! :-)

Parece tão bom, tão bom! Ummmmhhh...!

Pinkie disse...

Este arroz está nota 10! 5 estrelas! =D

laila disse...

nunca tinha visto esse prato...fico feliz que nao são só os brasileiros que comem dessa dupla perfeita!adorei a receita! bjos

Carla disse...

Olá Cláudia, nomeei o seu blog para o prémio Blog com tomates. Visite o meu blog para ver mais informações.

bjs

PS - tem postado receitas deliciosas!! =D

Natércia disse...

Oi amiga arroz de feijão,isso é comigo adoro.um beijo Natércia...

Goretti disse...

Adoro arroz de feijão. Com um peixinho frito ou umas pataniscas de bacalhau... delícia!

Silvia Arruda disse...

Que receita interessante, Claudia!! Nunca tinha ouvido falar!! E as lulas, então? Estão apetitosas!!!

valentina disse...

Nossa cláudia, que interessante esta receita. vou experimentar com certeza.

Karen disse...

Adoro a sua cozinha! Não dá vontade de sair! rs

Rê Gallo disse...

Não conhecia tb, Cláudia. Mas como feijão é uma das minhas perdições, vou me arriscar a fazer e depois te conto. Bjs.

Bárbara disse...

E o que vc faz que não é sucesso de público e crítica, hein dona Cláudia? Esse arroz de feijão me lembrou um 'misturadinho', mais ou menos parecido, muito apreciado lá nas Minas Gerais, qualquer dia te conto. Um beijo grande

www.trivialfenomenal.zip.net

laila disse...

claudia obrigada por esclarecer sobre o pirarucu é bom saber onde encontrá-lo. e a questão do açucar é o seguinte a receita pedia 1 xic + 3/4 xíc de açucar, achei muito e coloque 1 xic no total no entanto nao tinha quase nada de açucar mascavo oq me levou a completar a xicara com açucar branco. espero que tenha esclarecido! bjos

kini disse...

Cláudia,pode-me enviar um pratinho...ai Jesus!!!!
E logo lulas que eu adoro...hummmm!!!!!
Bjs
Kini

Paulo disse...

Olá Cláudia,
Muito obrigado por me ter dado a honra de visitar o meu blog, que agora dá os seus primeiros passos.
Também postei um excelente arroz de feijão com grelos que é um típico prato português (dos melhores a meu ver). Quando vier a Portugal avise que gostaria de ter a honra de a ter à minha mesa!
Um abraço,
Paulo.

Carmen disse...

Oi Cláudia,

Venho agradecer a sua visita no meu blog. Gostei imenso desta receita sobretudo pelo carinho que falou da nossa gastronomia portuguesa.
Um enorme beijinho, com muito carinho e amizade.
Carmen

Lídia Lopes disse...

Olá Cláudia,

Que delícia e que saudades do meu Porto! Conheço tão bem esses restaurantes à beira do rio e o arroz de feijão!
Eu faço assim o arroz de feijão. Só não coloco linguiça nem cenoura. Mas o seu parece uma maravilha! Para mim o acompanhamento perfeito para o arroz de feijão são pataniscas de bacalhau ou iscas de bacalhau. Uma maravilha! Mas as suas lulas também acompanham muito bem.:)
Beijos

turbolenta disse...

Esse é mesmo um dos pratos típicos do Porto. Come-se com agrado.
Eu faço quase como o seu mas ponho tomate bem maduro e sem pele nem pevides no refogado e não ponho louro. Para acompanhamento: pataniscas de bacalhau ou "jaquinzinhos" fritos.
"jaquinzinhos" são carapaus dos pequeninos.
Passarei por aqui mais vezes.

bia disse...

nao conhecia e me deu muita vontade de experimentar !!! bjs

julie sol disse...

haà ai ai ai;
Estou atrasa espero que ainda possa comer uma colher deste delicioso arroz.

Parabéns querida Cláudia.

lunalestrie disse...

Cláudia, isso na minha terra se chama baião-de-dois. Realmente não tem a ver com arroz e feijão comum, e é um dos meus pratos preferidos, só que aqui não leva cenoura e no final do preparo joga-se queijo coalho em cubos para derreter no vapor do baião enquanto está quente. Delícia!

Gioconda disse...

Gosto muito e costumo fazer, não é bem igual mas vai dar no mesmo, eheheheh