quinta-feira, 5 de abril de 2007

Charutinhos orientais de acelga com carne de porco

Ontem tive um daqueles dias criativos na cozinha. Olhei para um maço de acelga já pela metade e não sabia o que fazer com ele. De repente veio a inspiração de fazer charutinhos semelhantes aos que fazemos com repolho. Para dar uma modificada utilizei um lombo de porco e alguns temperos orientais no recheio. Eles ficaram com esta aparência:




Charutinhos orientais de acelga e carne de porco

12 folhas de acelga inteiras e sem furinhos (usei as folhas próximas ao centro)
1/2 kg de lombo de porco
2 dentes de alho
1 colher (sopa) de gengibre fresco ralado
1 colher (café) de canela
2 colheres (sopa) de shoyu
sal (cuidado que o shoyu é bem salgado)
1/2 xícara (chá) de arroz cru
Para cozinhar
1 cebola fatiada
1 colher (sopa) de óleo
1/2 xícara de shoyu
1 colher (sopa) de açúcar
água fervente suficiente para cobrir os charutinhos
Coloque as folhas de acelga já lavadas numa travessa funda, cubra-as com água fervente e deixe descansar por 15 minutos.
Recheio: coloque no processador o lombo em pedaços, o alho, a canela, o gengibre e o shoyu. Processe até ficar com aparência de carne moída. Leve a carne a uma tigela, junte o arroz e misture até a mistura ficar homogênea. Reserve.
Base de panela: Aqueça o óleo, junte a cebola e o açúcar. Quando a cebola começar a caramelizar, junte o shoyu e deixe ferver um pouquinho até o shoyu. Desligue o fogo.
Retire as folhas de acelga da água. Coloque um pouco do recheio na folha e enrole os charutinhos no sentido do comprimento. Vá arrumando os charutinhos sobre as cebolas na panela em que ela foram refogadas.
Quando terminar de enrolar os charutinhos e arrumá-los na panela, cubra-os com água fervendo. Para que os charutinhos não fiquem como doidos rolando na água, coloque por cima deles um prato suporte calor. Cozinhe por 30 minutos e ele estará pronto.
Arrume-os numa tigela, coe o líquido da panela e coloque as cebolas que ficaram na peneira sobre os charutinhos.

Os charutinhos ficaram ótimos. Servi com shimeji "assustado" na chapa quente e uma saladinha de almeirão. Espero que gostem.
Uma Páscoa maravilhosa para todos!!!

2 comentários:

Eliana Scaramal disse...

Eu sempre faço charuto com repolho, gostei tanto da idéia de fazer com acelga. E adorei o "assustado" do shimeji. :)

Neuma disse...

Oi Claúdia! Os suecos conseguem sim dizer PEDRO sem nenhuma dificuldade.
O som q eles não conseguem dizer são os sons nasais. Por exemplo: João...ih...qdo eles tentam falar sai um som tão estranho. :-(
Agora aqui o A tem som de O. Então minha filha Ana Clara eles chamam Ana ClOra mas eu chamo ClAra e ela já entende bem isso.
Eu só falo portuguës com ela e o pai sueco. Ela entende os 2 idiomas mas claro q fala mais em sueco, afinal é o idioma pátrio dela,né? Mas tenho lido sobre crian§as bilingues e estou fazendo a minha parte.Espero q no futuro meus filhos dominem bem o idioma da mamma aqui :-)
Bjos